O Começo de Tudo

laura-barreto-maratonistaOntem, 10 de janeiro de 2017, esta jovem senhora que lhes escreve, aos 47 anos, sentou-se, de vestido, coque banana e salto, com seu treinador para decidir, entre outras coisas, quais seriam as provas em 2017, já que a Maratona do Saara (me confundi), está muito próximo, 28 de fevereiro e Machu Picchu também é no primeiro semestre, maio.
Anotei algumas e hoje tenho o “Para Casa” de verificar datas e condições para a inscrição (algumas exigem tempo mínimo em provas anteriores).
Daí fiquei lembrando a primeira vez que fui na HF, em 2014, tinha acabado de correr minha primeira meia maratona, no RJ, sem nenhum treinamento, quase morri! Sentei com a minha medalha no peito em um pedaço de grama, ao lado de tantos outros atletas pra descansar, comer uma banana e foi então que senti as dores e o que faz a falta de preparo…tentei levantar e simplesmente não consegui, tive que pedir ajuda para um participante que riu e esticou a mão.
Fiquei tão imensamente feliz com meu feito de correr 21km, que tatuei no qualcanhar esquerdo o número.
Foi nesse dia também, sozinha na praia de Ipanema, depois da prova, tomando uma caipi maracujá, que resolvi que iria fazer uma maratona e, como sempre, compartilhei nas redes sociais minha decisão, como se fosse uma espécie de promessa lançada pra quem quisesse duvidar, e para o universo.
Pois é, o universo e as redes sociais entenderam o recado e uma amiga, colega dos tempos de colégio Dom Silvério, e uma atleta de ponta, a Ana Paula, me chamou “in box”, aconselhou procurar uma assessoria de corrida e me alertou: “Maratona não é brincadeira, não dá pra ir no peito e na raça.”
E foi assim que cheguei até a HF, orgulhosa dos meus 21k, mostrando minha tatuagem e no notebook e no coração, o projeto de correr os 42km arrecadando R$1,00 para cada pessoa que eu chegasse na frente em prol de uma instituição filantrópica que cuidasse de pessoas com câncer.
Hoje, 3 anos depois, e conhecendo um pouco mais de corrida, fico imaginando o que o Heleno e Volnei, sócios da HF, devem ter pensado…porque eu me acharia meio doidinha! kkk
Mas eles acreditaram em mim, e resolveram me ajudar. Era o universo começando a conspirar…

LB


TO BE CONTINUED #voucorrendo #somoshf #powerade

(vou parar por aqui, porque o texto está ficando muito longo e tem muito pra contar. Quem Sabe não vira um livro?! Mas vou dar um “spoiller” e contar que na primeira maratona, fraturei o fêmur.)

Confiável, sim.

verdadeTava aqui pensando…
Eu posso fazer tudo errado, me expor demais, falar o que não devo, não ter grana, namorado, não ser bonita, não ter carro, não viajar nas férias , não comprar roupas de marca, jóias, bolsas e etc.
Mas, eu sou sim, confiável, e corro atrás dos meus sonhos, por isso, se eu morrer hoje, posso dizer que fui muito feliz.
Pra mim basta…a vida de cada um é de cada um.

LB

Diário de uma “hostess”

hostessOntem teve evento , para jornalistas, como atuei no meio e assessorei muita gente bacana, conhecia uma galera. Sem saber disso o cliente questionou quem era a “recepcionista que estava beijando todo mundo.”
Comunicada do fato, fui lá pro fundo do salão pra evitar transtornos (maturidade gente, maturidade e desapego!).
O batido foi até quase 3h da matina, um segurança me deu carona…
Cheguei em casa a filha mais nova (Helena) estava acordada, queria me ver.
Conversamos, tirei a maquiagem, banho e desmaiei…


Daí agora, ainda deitada, tomando coragem pra começar tudo novamente (nisso eu sou boa) tava aqui, fazendo algo que amo, jogando Candy Crush, mentira!!!kkkk Na verdade vendo as lembranças que o Facebook me mostra diariamente e, mesmo cansada, agradeci a Deus…minha vida é muito bacana.


Então, como sempre, Pedro Augusto sussurrou no meu ouvido:
“A vida é feita muito mais de desafios e maus momentos do que de alegrias, o que nos torna diferentes (ou diferenciados) e irritantemente felizes é justamente a forma como encaramos as adversidades e desafios.”


Ainda em oração, me levantei e falei em voz alta, como se fosse não só pra mim e pro meu Deus, mas pro universo ouvir:
” – É, eu sou uma pessoa muito feliz!”
Bom dia.

Laura Barreto

Retrospectiva 2016

laura-2016Só tenho duas calças jeans, me atendem perfeitamente.
Não tenho carro, ando a pé, corro, vou de ônibus, de carona, de aplicativo…me viro.

Não tenho renda fixa significativa, muito menos cartão de crédito e nem um tostão no banco…muitos se foram por causa disso, outros vieram, melhores.

Por contenção de gastos só participei de duas provas, as mais legais do mundo, fui com a ajuda de amigos, levei comigo a bandeira do bem e por isso cheguei até lá: Grande Muralha da China e Deserto do Atacama.

Uma medalha e um troféu, o primeiro da minha vida aos 47 anos!


Tenho duas filhas inteligentes, lindas, alegres e saudáveis. Tenho um teto pra morar, comida na mesa, saúde, alegria e, o mais importante, uma fé inabalável na vida e o Espírito Santo dentro de mim.
Precisa mais?


Meu ano foi como Deus quis que fosse, e Deus é PERFEITO.
Laura Barreto

#voucorrendo #10em5anos#ociodooficio #runtheworld #somoshf

Feio é o Seu…

laura-barretoTava aqui lembrando…em 2012 me falaram que eu era feia, respondi que sabia não ter uma beleza convencional, a pessoa rebateu: “Não, você é feia”
Chorei, chorei.

Hoje, 4 anos depois, responderia: “Feio é o seu cu”

Assim como tenho certeza de que a pessoa não me chamaria de feia mais.

LB