RIP Laura Barreto

RIP Laura Barreto – epitáfio escrito por Mark Zuckemberg

Morte-do-Facebook_thumb1
” Que descanse em paz aquela que todos achavam que conheciam porque postava sua vida quase em tempo real…
Que descanse em paz ela, que tentava trazer alegria até quando tudo estava (usando seus termos), uma “m”.
Descanse em paz essa mulher que ninguém nem sonha as dificuldades (e que se somam às financeiras, mas são muito piores) que atravessa e que essas, meus amigos, não estão no facebook…nao podem estar.
Que descanse em paz ela, que não queria mais nada alem de ajudar quem precisa, correr e fazer rir e que foi muitas vezes mal interpretada, julgada e condenada por isso.


Que descanse em paz uma boa mãe, longe de ser a melhor do mundo, mas que se esforça muito pra que não falte nada, muito menos amor.
Que descanse em paz a amiga, que se preocupa com o bem estar dos seus, e que sempre deu (até mais do que podia), tudo para vê-los bem…
Que descanse em paz a doida, que abraça mendigo, corre cantando no meio da rua, beija a faxineira e tem ataque de riso no chão da firma, mesmo quando o coração está em pedaços.

Que descanse em paz a mulher, que muitos acham que conhecem, que tem 10 mil amigos e 159 mil “fans” no Facebook, mas que ficou tão sozinha que sumiu, na vida real, ninguém mais se preocupava com ela.
E assim, aos olhos virtuais de milhares, completamente sozinha…ela se foi.


Que descanse em paz.
Amém.”
MZ

P.S: É, ela saiu do Facebook, sem poder apagar o seu perfil, porque gerencia 9 contas…saiu porque se cansou de dividir a solidão.

O Mundo Gira

Resultado de imagem para ego e vaidadeSabe porque a maioria das pessoas se ferram? VAIDADE!
Ego purinho… não descem do pedestal, não assumem fraquezas, erros, deficiências.
Larga disso “sô”, pare de se importar com o que os outros irão pensar, pare de querer aprovação dessa ou daquela pessoa, você não precisa disso!
Ria dos próprios erros, do vexame, da ressaca moral, da metida de pés pelas mãos, aprenda com os erros e siga em frente.
Quanto mais rápido, melhor.

Lembre-se, o mundo gira, mas não é ao seu redor!

LB

O que você faria?

Resultado de imagem para gente do bemOntem quando fui gravar o vídeo do papel higiênico pendurado na calça, a primeira pessoa que resolveu me avisar, foi um mendigo, mendigão mesmo, daqueles cor de terra, sabe? (Minha filhas chamam de “mendiguinho terra”)

Ele deu uma gargalhada e me gritou, voltei e apertei a mão dele, com carinho, agradecendo…

Ok, foi emocionante, mas depois fiquei pensando onde aquela mão já pegou e fiquei com vontade de amputar a minha.
Ah, para com essa chatice, não posso achar bacana a ação, mas ter nojo de pinto de mendigo!?


Álcool gel e fogo? kkkkkkkkkkkkk
(Vou postar)

LB

Nova Realidade: Adapte-se ou Morra

Resultado de imagem para criança tecnologia

O negócio é simples, vou resumir “procês”: a geração que vem aí, os adolescentes de hoje, não estão nem aí pra televisão, revista, jornal… o negócio deles é só internet e redes sociais que desconhecemos, como uma de dublar músicas, que as minhas filhas amam e que eu nem sonhava existir.

Youtubers para todos os estilos e gostos, com produções caseiras, dão baile em programas super produzidos.
Música, idem… Stream, ouve-se o que quer, onde e quando quiser.

Filmes? Netflix

Portanto, não adianta querer impor qualquer produto que seja através dos meios “tradicionais”. Propaganda? Que me perdoem as agências, mas pra que?! Pra quem? Só pros velhos, né?


o negócio agora é produzir conteúdos DUCARALHO para que sejam compartilhados e atraiam interesse, fora isso, esquece.

Sim, vai ter gente com odio de mim, mas essa é a real, ou a gente usa os conhecimentos e a criatividade pra isso, ou estaremos rasgando dinheiro.


Uma coisa impressiona: provavelmente a profissão que seu filho irá escolher, ainda não existe!


Ah, e só mais um dado, somente 3% dos usuários de internet geram conteúdo relevante…


O que faz a diferença? As pessoas, o objetivo e a verdade, é o que conta.
O que eu faço? Isso!! Gero conteúdo relevante! Mê dê asas, me deixe criar, me dê recursos e acredite em mim que, “moléstia” à parte, eu voo!

Laura Barreto

P.S: Já se inscreveu no meu canal? tem mais um teaser aí, feito e editado na hora do almoço, “espia só procê vê”, imagina se eu tivesse uma produção mínima que fosse!


 

Edifício Randrade

Hoje nas minhas andanças, passei pela Praça Raul Soares, edifício Randrade, onde minha vó morava, na cobertura, com piso Parquet, vitrais rosa com imagem de diamantina, lustres de cristal e banheiro em mármore de Carrara; o apartamento constatava com os demais apartamentos, 6 por andar se não me engano, o que dá pra ter noção do tamanho que era.

Nos anos 80, minha avó descobriu em uma das paredes do salão principal, sob camadas e camadas de tinta, um painel de Guignard retratando Ouro Preto, de cerca de 2,5×5m, que o primeiro morador não gostou e mandou cobrir.
Na época, uma equipe da UFMG foi responsável pela restauração e o painel virou uma atração a parte, o orgulho da minha avó. Nesse final de semana, por coincidência, saiu no jornal que o painel será leiloado.
E lá estava eu, há pelo menos 20 anos que eu não colocava os pés ali…
Tomei coragem, iria me atrasar só uns minutos, e fui até a portaria, queria só olhar, mas os porteiro foi logo abrindo o portão eletrônico e eu entrei.
Me apresentei, explique que era neta de uma ex moradora é que só estava matando saudade.
Ele perguntou: “Você é neta da D.Dáhlia?”
– Sou! – respondi incrédula.
Pedro não se lembrava de mim, mas conheceu minha avó, me contou que o apartamento está fechado e ainda não tem destino certo, mas que continua a mesma coisa, fora o orquidário no Jardim de inverno que foi eliminado.
Não sei porque fui parar ali, mas adoro como Deus coordena o roteiro das nossas vidas…
Ganhei o dia.

 

LB

Título: Painel Ed. Randrade (detalhe)
Tema: Paisagens
Técnica: Óleo e pigmento sobre gesso e cola
Ano: 1946
Altura: 230
Largura: 500
Histórico: Mural no apto 1101 do Ed. Randrade Coleção Márcio Lincoln Dantés