Archive for Sem Noção

O que você faria?

Resultado de imagem para gente do bemOntem quando fui gravar o vídeo do papel higiênico pendurado na calça, a primeira pessoa que resolveu me avisar, foi um mendigo, mendigão mesmo, daqueles cor de terra, sabe? (Minha filhas chamam de “mendiguinho terra”)

Ele deu uma gargalhada e me gritou, voltei e apertei a mão dele, com carinho, agradecendo…

Ok, foi emocionante, mas depois fiquei pensando onde aquela mão já pegou e fiquei com vontade de amputar a minha.
Ah, para com essa chatice, não posso achar bacana a ação, mas ter nojo de pinto de mendigo!?


Álcool gel e fogo? kkkkkkkkkkkkk
(Vou postar)

LB

Mais um para a coleção…

Despertador programado para as 7h, que alegria, normalmente é às 5h! Levanto, troco de roupa e subo para tomar café no 25 andar de hotel bacana em Montevidéu, no Uruguai, onde está acontecendo importante evento relacionado à Copa do Mundo de 2014.

Com vista linda para o Rio da Prata, faço um desjejum reforçado imaginado que será a única refeição do dia (como foi no anterior). Passo no apartamento para escovar os dentes, pegar minhas coisas e checar como estão os preparativos.

Começa então chegar a imprensa que comparece em peso, recebo algumas autoridades, corre daqui e dali, quando, de repente um amigo e diretor de um importante instituto mineiro fala: “Laura, tem alguma coisa saindo pela barra da sua calça.”

Olho por cima do ombro dobrando o joelho para traz e me espanto com uns 40cm de tecido preto como uma cauda no meu scarpin de salto 15. O que seria aquilo? Sento ao lado do colega para verificar;

– É uma meia!! –  falo rindo.

Sigo em passos rápidos para o banheiro, tiro a meia calça de lã que havia usado no dia anterior e que tirei junto com a calça antes de dormir… coisas que só acontecem comigo. Gzuis, a calça é justa (mas preta, graças a deus), devia estar uma marmota aquela coisa embolada na perna, como não notei?!

A vontade? Pular daquele 25° andar, o do café da manhã, onde todo mundo também deve ter visto a cena patética, porém o trabalho chama, portanto, sorriso no rosto e voltamos à cena.

Ao amigo confidencio: “Essa vai pro blog!”

Mais um fora, esse internacional, para minha coleção. Agora, imagina na Copa!

Beijos,

Laura Barreto

A vida melhora com o passar dos vinhos.

Não tenho pressa, passei dessa fase, mas como disse Saramago, não perco tempo… Perco muito coisa, mas tempo não, tanto a ponto de, chegando de viagem, nessa eterna aflição, perder alguém.

Ah, gente, são 43 anos e muita água debaixo da ponte, não dá mais para ficar contando com a sorte e viajando na Hellmans, saca?

Pois é, numa dessas depois de 10 dias fora do Brasil, não perdi tempo, mas um “namorado”. hahaha

Sabe o que foi? Depois desses longos, puxados e deliciosos dias de viagem ( a trabalho) e 24 horas de aeroportos e vôos, o cara marca de encontrar comigo no Shopping… Sim, cada um no seu carro e, o pior, no shopping!

Fiz exatamente essa cara que você fez agora, franzi as sobrancelhas e pensei: “Como assim no shopping? Não me buscar no aeroporto tudo bem, cheguei tarde e é longe, mas no shopping?”

Para bom entendedor “pingo” é o antigo e o novo testamento com todos os versículos…

Pois bem, como não tenho medo de nada, só de barata “voadeira” e da voz mulher do Avast, peguei o vinho que trouxe para o sujeito e lá fui eu…Sentei numa cafeteria, tomei meu Moca e, enquanto aguardava, coloquei os pensamentos em ordem.

Alguma coisa estava errada, não precisa ser muito inteligente pra perceber, né? Antes da viagem até presente para  as minhas filhas e cinema de mãos dadas tinha rolado.  Tudo tão “cute e by the book” que até cheguei a me empolgar, sem muitas expectativas ( aprendi a evitá-las), mas feliz.

Bem, calma Laura, vamos observar, pode ser só paranoia – refleti ainda com uma nesga de otimismo.

O otimismo logo deu lugar a um banho de realidade, de cara nem um beijo sequer… tudo bem que eu estava meio gripadinha, mas, como disse minha amiga Marcela, nem se eu estivesse cuspindo sangue, pelo menos um selinho tinha que ter!

Pois é, daí como ando nessa fase “sincera acima de tudo”, já logo mandei: “Olha, eu trouxe um vinho para você, mas se você marcou aqui no shopping para terminar seja lá o que for que a gente tem, não vou te dar e ainda vou bebê-lo hoje.”

Ele riu, me chamou de louca, conversamos mais um pouco e nos despedimos,  quase como amigos.Tudo tão previsível..

E assim eu perdi um “seja lá o que fosse” e um ótimo vinho…

Peraí, quem perdeu mesmo?!

Não, eu não fiquei triste , decepcionada um pouco ( não precisava ter sido assim),nem muito menos fiz disso um drama, apenas aceitei. É que, como li em algum lugar, “os anos ficam melhores com o passar dos vinhos”. Com a maturidade, e frente aos problemas reais, essas coisas viram “café pequeno”, não é verdade?

O tempo passa, cura tudo, diminuí impactos, vergonhas, medos (menos o de barata) e a vida, como sempre, segue.

Aprendemos então a fazer melhores escolhas e apreciar o que tem realmente valor… Tudo tem seu tempo, não existe certo ou errado.
Só que eu, bem, eu sei o valor do meu tempo, não gosto de desperdiça-lo. Quero sim, como os bons vinhos, melhorar com ele, se azedar, jogo fora.

Salute!

Beijos e boa sorte,

Laura Barreto

P.S: Todo mundo leva fora, comigo não seria diferente, uai! Ninguém é feliz o tempo todo e nem muito menos acerta sempre…A diferença é que eu conto! Mesmo porque não me envergonho de nada disso, não tenho porque.

Veio a Calhar

     

“Não há nada de errado com aqueles que não
gostam de política, simplesmente serão
governados por aqueles gostam.”

Platão

 

Ontem a noite, voltando pra casa, ouvi no A Voz do Brasil o discurso de posse do “Renazinho”…

Posso falar?

Se eu não me interessasse por política e acompanhasse diariamente todos os jornais, ele me convenceria… Confesso que cheguei a ter inveja do assessor que redigiu o discurso. (Ué, CLARO que não foi ele!)

Bem elaborado, soando “verdadeiramente” comprometido, engajado e prometendo “overdose de transparência”, o nosso novo presidente do senado enalteceu a democracia, falando que ela é mais que o direito de ir e vir, que é preciso acabar com as medidas provisórias e prometeu fazer as tão desejadas reformas e modernização do poder legislativo.

“O Senado é uma instituição centenária, imperfeições se acumulam. Os excessos, os erros não justificam de forma nenhuma uma antropofagia institucional. É corrigi-los e identificá-los todos os dias, como fez o presidente José Sarney” – afirmou

Peraí, esse Sarney é aquele mesmo do “escândalo nosso de cada dia” ou é outro? Gzuis! Como pode, né? Sofremos de Alzheimer coletivo ou seria um deboche? Nem um nem outro, é cara de pau mesmo, é contar com a ignorância alheia e trocas de favores políticos que empurram “calhaus” nossas garganta  abaixo.

Inocente até que provem o contrário, Calheiros responderá pelos crimes de peculato, falsidade ideológica e uso de documentos falsos e pode pegar uma pena de até 23 anos de prisão.

Pena? Pena que o crédito da justiça anda igual ou pior que credulidade dos políticos ou que o interesse da população.

A culpa é sua, é minha é de todos nós, queremos assistir BBB, Mulheres Ricas, pulamos carnaval  com a cabeça na Semana Santa e vivemos pra comprar produtos com “IPI” reduzido pagando de 10 vezes “sem juros”, no cartão de crédito que virou uma bola de neve! Carro zero na garagem, mas dinheiro pra gasolina, comida e pra escola, faltou! Saúde, educação e segurança? Bobagem! Quem precisa disso? Vamos, classe média, vamos pular carnaval fantasiados de Calheiros e de Sarney,  a dupla dinâmica!

Vixe, empolguei, melhor parar por aqui…Mas que o discursos foi bom, isso foi!

E viva o 4º poder! Comunicação minha gente, comunicação!

Então, segura macacada,  que vem mais por aí! Quem sabe um dia a gente não aprende só a falar, mas também a escutar e interpretar.

Quem sabe um dia a gente realmente ouve, ou pelo menos entende “o que houve”.

Laura Barreto

Simples Verdades

30 pieces of inspiring, funny and interesting advice - my modern metropolis“Não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito”

Willian Shakespeare

Vamos lá, segura,um pouco de verdade  não faz mal a ninguém:

  1. Quanto mais você correr atrás e se colocar à disposição, menos o cara te dará atenção;
  2. Sexo casual nunca virará uma relação duradoura;
  3. Quem chifra uma vez chifra sempre, fidelidade é uma questão de escolha…
  4. Amor acaba;
  5. Sexo é fundamental;
  6. Ciúmes é uma bosta e enche o saco, mas nenhum ciúmes é sinal de indiferença;
  7. Homens não terminam relacionamentos por causa de um “affair”, a não ser que estejam completamente apaixonados;
  8. Homens não ficam “completamente apaixonados “ facilmente;
  9. Não perca seu tempo pensando se ele está pensando em você, ele não está… e se estivesse ele te procuraria. Homem quando realmente quer passa por cima de tudo.
  10. Goste de você,cuide-se, pare de reclamar, não se faça de vítima ( vítimas são um saco!), faça planos, tenha objetivos, trabalhe, produza, sorria, mantenha o bom humor, ache ou crie soluções para os problemas, seja feliz sozinha, com o que você tem e, o mais importante, pare de procurar…vai chover na sua horta!

Beijos ,

Laura Barreto

P.S: Compre um vibrador