Corredores de Rua

12 de Abril – Há exatamente 2 anos,corri minha primeira maratona,em Rotterdam,terminei com o fêmur fraturado e, na volta da viagem, fui demitida…
Foi aí,quando não tinha mais nada a perder, que resolvi mudar e, contra tudo e todos, tomar as rédeas da minha vida e ir ser feliz. Depois disso publiquei meu primeiro livro (esgotado),conduzi a tocha olímpica e fui corre na China (14o lugar) e no Atacama (2o lugar).
Hoje aos 47 anos,bilingue,pós graduada e com passagem por 2 multinacionais,sou hotess no @moccacoffeebrasil ,resolvi correr 10 entre as mais difíceis maratonas do mundo, ganho pouco mais que um salário mínimo, tive que vender o carro,perdi amigas, ganhei outros,faço meus bicos e nunca, nunca mesmo, fui tão feliz! Sim,a corrida mudou a minha vida, pra valer!
Fui então convidada pra ser madrinha de parte de um sonho maior de ajudar as pessoas que vivem nas ruas a também mudarem as suas vidas batizado de “Trem das Sete“, que acontece em um albergue que acolhe cerca de 400 pessoas em situaçao de rua.
A minha missão? Apresentar-lhes a corrida e ajudar aqueles que queiran experimenta-la. Vou precisar além de tênis em boas condiçoes de uso pra galera, de toda a ajuda possível, educadores físicos,nutricionistas,doaçoes,alimentos e roupas de treino e tudo mais necessário para criarmos a primeira equipe de corredores de rua, a “Corredores de Rua“.
Quer ajudar? Vem comigo! Eu? Terça feira vou lá conhecer e falar pra galera, cheia de felicidade,orgulho e gratidão! Obrigada. #voucorrendo#corredoresdasruas

Um comentário

  1. Flávio disse:

    Parabéns!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *