Tipos na Balada de BH

Uma colega jornalista, super conhecedoras de blogs e para minha sorte leitora do meu, na última sexta-feira sugeriu  que eu escrevesse  sobre os tipos masculinos freqüentemente encontrados nas baladas belorizontinas.

Aproveitei então a Insanidade para fazer um laboratório.

Pára Laura!

Pelamordedeus, dei pra mentir agora.  Primeiro cismei que tenho 30 anos ( estou repetindo e até acreditando nisso)  e agora mais essa… Nem se eu quisesse poderia ter feito um “laboratório”, eu era um laboratório ambulante. A química de whisky e energético no meu cérebro tiraram Pedro Augusto – meu único neurônio – temporariamente de circulação. Por sinal, acho que eu seria um ótimo objeto de estudo , Santa madre de Dio,  como eu me diverti!

Mas os tipos existem e realmente merecem um espaço aqui, então vamos lá:

  1. Detetive: Fica parado em um canto só observando, normalmente está sempre no mesmo lugar e com a mesma pose, não pega ninguém e não se move. Então só pode estar lá para “filmar” alguém. ( morro de medo desse tipo);
  2. Amigo Nerd: Geralmente um primo engenheiro eletricista ( ou algo que o valha) resolve que ele serve para você e combina uma saída teoricamente para te apresentar. Não se engane, ele vai chegar de blusa pólo bege, sapato social, calça jeans com cinto e óculos de grau. Se você se dirigir a ele, o coitado desmaiará, portanto o melhor a fazer é assumir a postura já descrita por essa imbecil que lhes escreve: o famoso Joseph Funny, ou Zé Graça. Dois minutos será o tempo máximo de permanência;
  3. O bom partido: Na balada? Tem certeza? Espécime raro, em extinção, os legítimos exemplares já estão fora de circulação. São filhos de banqueiros, construtores, industriário, enfim, herdeiros. Coitados,  desses eu tenho pena, de verdade. Indiferente de serem altos, baixo, bonitos, feios, portadores de graves lesões cerebrais ( alta incidência  nos que estão nas baladas). As “casamenteiras” , teoricamente elegantes exemplares TFM ( tradicional família mineira)  não se importam e os disputam no tapa. Algumas já andam com os óvulos na bolsa para uma possível fertilização in vitro…
  4. Bonitão: O bonitão sabe que é bonito e sabe também que em BH ele está em vantagem. Para falar a verdade o bonitão geralmente nem é “tão bacana assim”, mas, como a coisa aqui está feia, ele pode se dar ao luxo de escolher, ou pelo menos assim ele acha. Não é educado nem gentil e não faz nada para agradar. Ele se acha aquilo que repete: “Sou o mió que tateno”… tsc, tsc. Para esse eu desejo uma temporada  (em alguns casos até uma transferência permanente) para São Paulo, aí sim ele vai ver o que é homem bonito e como fazer para conquistar uma mulher; ( se liga Brad Pitt atropelado!)
  5. Canabrava: Geralmente são tímidos e inseguros que precisam beber muito para tomar coragem pata fazer um “aproach”  junto ao público feminino; esses até teriam alguma chance, se não fosse o estado que normalmente ficam…Para se livrar do tipo é só falar que você não está bebendo porque está com hepatite e que é  altamente contagiosa ( já usei várias vezes, normalmente eles vazam);
  6. Zé Graça: Costumam se manifestar de várias formas,  enchendo a paciência, fazendo piadas sem graça, chegando ao cúmulo de executarem performances bizarras ( do tipo abaixar as próprias calças), patéticos… O Zé Graça é divertido, 5 minutos, depois disso tornam-se inconvenientes. Em geral é o mais feio ou o  mais pobre da turma e os amigos continuam chamando e bancado as contas pela sua “agradável” companhia e micos (morro de medo de ficar assim). Para se livrar do tipo é só fazer mais graça do que eles, isso para eles é uma ofensa indescritível. Portanto, na primeira piada sem graça, sorria e mande logo aquela seqüência clássica de palavrões e mande ele passear, os amigos dele morrerão de rir  e cairão na pele dele que, como cachorro que corre atrás de carro, não saberá o que fazer;
  7. Cristalizados nos anos 80: Estão na faixa do 40 ou mais, separados ou solteiros eles não querem saber de nada que tenha mais do que 20 anos e QI de dois dígitos… esqueça. Não vou perder meu tempo descrevendo, mas vale lembrar que eles além desse triste fim, também tem alguma das outras características acima… afff!
  8. Meninos: São uns amores, educados e geralmente estão mesmo a fim de ficar com você, por uma noite… não mais.  Não têm grana e moram com os pais. Todas as frases começam com “tipo assim” ou “de boa”. Cuidado, a mãe dele pode ter sido sua colega! E outra, se ficar  um de vocês dois vai apaixonar… e você não é a Demi Moore e nem ele o Ashton Kutcher , portanto: gelada!

Bem, poderíamos ficar aqui o dia todo, os tipos são muitos e, quer saber, o melhor a fazer é não esquentar, afinal de contas se você foi “vítima” de algum desses “modelitos” é porque também estava na balada… E não me  diga que ainda acredita que vai encontrar algo que preste na “night”.   Em um restaurante ou bar, com muita sorte e amigos em comum,  pode até ser . Caso contrário, pega logo sua “ecobag” e bora para o Verdemar… lá é sem erro!

Agora se for sair, aproveita, se joga!  Qual o problema?  Tem alguém pagando as suas contas, está devendo alguma coisa pra alguém? Tem alguma paquera firme rolando? Não, né? Então vai ficar fazendo tipo pra quem também? Só não espere por mais nada no dia seguinte. Não crie expectativas.

Então ficamos assim, sem mais reclamações, curte ou então muda, de jeito ou de cidade. Porque, se  a coisa chegou a esse estágio a culpa é nossa também. Se não fosse o tal de uma passar a perna na outra estaríamos no controle! Mas não, é um tal de furar o olho e achar tudo normal que assusta! Ô classe desunida!

Beijos,

Laura Barreto

P.S: A Cris, outra amiga fenomenal que merece um post só pra ela ( me deu uma ajuda que nem ela sabe o quanto foi inportante, ou sabe!) lembrou de um tipo que junto com as Drogarias Araújo, mulheres,  gays e baratas , também domina BH e que deixei de fora:

Os enclausurados no armário prontos pra sair. Com a senha 0001 na mão esperando o próximo viado morrer! BH tá cheio deles. E, se eles não quisessem ser só amigos, seriam os homens mais perfeitos do mundo. Gelada também! A gente acaba vendo como um desafio, querendo provar que podemos salvá-los (?????) e pimba! Fica você de quatro… E ELE TAMBÉM!!!!

48 comentários

  1. Cris Barakat disse:

    Vc se esqueceu de uma graaaaaaaaaaaaaaaaaaande classe: os que estão no armário, prontos pra sair. Com a senha 0001 na mão esperando o próximo viado morrer! BH tá cheio deles. E, se eles não quisessem ser só amigos, seriam os homens mais perfeitos do mundo. Gelada também! A gente acaba vendo como um desafio, querendo provar que podemos salvá-los (?????) e pimba! Fica você de quatro… E ELE TAMBÉM!!!!

  2. Fran disse:

    Adorei! Nas minhas últimas baladas tenho encontrado todos os tipos kkkk..mas para mim os melhores ou piores são os cristalizados nos anos 80 e os meninos…esses são impagáveis.

  3. Fernando Loyola disse:

    Puta que pariu!!! Voce tomou raiva de homem ou está virando sapata???????

  4. Fernando Loyola disse:

    Não.

  5. Flavia disse:

    Geniallll !!! Pedro Augusto deve estar exausto…
    Até a próxima balada !!! Pelo menos a gente ri, bate palmas e se diverte… porque no mais o “trem” tá é feio mesmo !

  6. Angelo de Barreto disse:

    Laura,

    Já te apresentei um nerd e um ogro milionário (por sinal vc se esqueceu desse tipo, ogros e trasgos que só pq são muito ricos acham que podem tudo…). Bom, mas tudo faz parte de um plano para te apresentar o terceiro elemento que será provavelmente normal, mas comparado aos outros dois será “the best”!!!

  7. Ricardo rabello disse:

    Tá bom viu??????? Porque então não se muda pra Sampa??? Aí sim…vc vai se ffffffff………….. aposto que fica se pegando no banheiro com as amiguinhas!!!!!! Vc não entende nada de BH e além de tudo escreve muuuuuuito mal,pode enterrar esse pedro augusto.

    • Laura Barreto disse:

      Ricardo,
      Eu poderia simplesmente excluir seu comentário, mas aceito críticas, ainda mais de alguém que escreve tão bem! Com relação às demais coisas que você me deseja, Deus te ouça e lhe dê em dobro! 🙂
      Beijos querido,
      Não some não!

      Laura

  8. Nicinha Presley disse:

    Gatan,
    so para atualiza-la… essa de ficar de 4 ja era, a moda agora entre os meninos que curte meninos, eh a “aerobiquinha”… todo mundo merece!!!

  9. Flavia disse:

    Ricardo, em qual mundo vc vive querido ??? Laura relatou apenas a realidade… Nua e crua ! Doa a quem doer…

  10. Valéria Alves Ferreira disse:

    Sugestão para o seu blog
    Amo este texto e quanto mais divulgarmos melhor!!, Avalie e publique se for o caso ok – escolha uma imagem bem legal tb e faça seus coments com hiperlinks no meio fica bem bom!! bjssss

    Benditos!!
    Benditos sejam os fortes de espírito, os decididos ainda que equivocados, os cheios de atitude ainda que não das melhores. Benditos sejam os de mão na massa, pé na tábua, café no bule e os que não viram coadjuvantes da própria vida. Benditos os que estão de um lado ou outro do muro, os que pulam o muro para mudar de lado, mas se sentem incômodos em cima dele. Benditos os que falam, os que dizem, os que contam, os que confessam, os que revelam, ainda que mais tarde tenham de lidar com um certo receio de ter se excedido… Benditos os excedidos, os excessivos, os exagerados, os demasiados, os desmesurados que não se contentam com a míngua da infinita ponderação, que não se tornam reféns das infindáveis variáveis. Benditos os livres para errar e acertar de vez em quando, que não se encarceram no futuro, no quem sabe, no talvez e no quase. Mil vezes benditos os que erram e refazem, os que fazem de novo e erram novamente e que voltam a fazer para acertar uma hora dessas. Benditos os que têm pressa, de vida, de amor, de felicidade, de inspiração, de paixão, de sexo, de alegria, que sabem que o presente é um momento que está quase deixando de ser e não volta jamais, que aquela felicidade que não levamos conosco, que não desabrochou ali, que não pegamos à unha e olhamos nos olhos, perdeu-se e esgotou-se num avesso que não existe mais. Benditos os famintos de mundo, de olhos, de bocas, de céu, de outros lugares e outras gentes, de ser tudo de si o quanto antes. Eu tenho medo. Mas não tenho medo de ter medo. Medo é o avesso da coragem. É por meio dele que eu alcanço algumas vitórias. Quem não tem medo corre o risco de se tornar um herói sem graça, pronto demais. A vida é bonita justamente por ser inacabada. A metade que falta, o detalhe que ainda não alcançamos, o objetivo que ainda está pela metade. Tudo se torna mais bonito quando visto do avesso. Os medos também. Há muito tipos e estão por toda parte: medo de não vencer, de não chegar, de não saber, de não consequir, de subir a escada, de errar no tempero, de perder, de morrer… O avesso do medo é o cuidado redobrado, porque quem tem medo, cuida. Não se expõe ao perigo, mas resguarda. O medo é bom, porque não nos enche de falsa coragem. O medo nos torna reais, nos mostra quem somos, mensura o tamanho de nossas pernas… O medo nos coloca no nosso lugar e nos prepara para o sorriso do pódio. Há medos que nos paralizam. São temores doentios. Eles nos entorpecem, nos amarram e precisam ser vencidos. Precisam ser olhados de frente, para que voltem à condição de medo, apenas… Medo saudável. Medo que me faz ser humano na medida certa, porque no humano bem medido, o divino prevalece. Só isso. O resto é lição que a lousa da vida espera por ser escrita.

  11. henrique disse:

    RICARDO?????
    001???????

  12. Ida disse:

    Oi Laura!
    Ri horrores do teu texto. Lamento te informar que a situação aqui por Belém, se não é igual, é pior. Juro! Várias alunas e amigas me dizem que não há nada que valha a pena por mais de algumas horas disponível no mercado sexual.
    Eu, na sabedoria dos meus cinquentinha, nem me aventura. Fico só ouvindo.
    Estou pensando em partir para um novo tipo de atitude. Dá uma lida e comente, kkkkkk
    http://diariodeumamulherdespeitada.wordpress.com/2011/04/05/coroa-de-programa/

  13. Biruba disse:

    Ô Ricardo… Contra pras “moça” aí onde tem esses homi bacana que vc tá escondendo! Num guarda tudo pra vc não, seu danadinho!!!! 🙂

  14. Marina Matos disse:

    Esse Ricardo aí não sei não…

    Deve ter uma coisinha miúda entre as pernas provavelmente… Lei do uso e desuso da biologia!

    Meu queridinho, use a senha e saia do armário que será mais feliz!!

    Laura,
    uma gota de crítica num oceano de elogios é como se não existisse!

  15. Arthur disse:

    Acho que cheguei um pouco atrasado para comentários, mas vou deixar para reflexão de vocês mulheres rs.
    Na “balada” (odeio essa palavra rs) tem pessoas de todos os tipos.
    Se você mulher que comentou esse post se considera uma mulher…digamos…de qualidade, e esteve na “balada”, logo, pelo menos uma pessoa de qualidade estava lá. O problema, então, passa a ser encontrar essa pessoa de qualidade na “balada”.
    Um dia desses eu vi um video, onde uma mulher se fantasiou de homem e tentou conhecer mulheres numa festa. Ela terminou a noite indignada com as outras mulheres. Isso porque, algumas mulheres se escondem atrás de um escudo de proteção na “balada” que fica, as vezes, muito difícil de você mostrar para quem você deseja que é uma pessoa legal, que tem interesses parecidos com o dela.
    É curioso por que, tem mulheres que não respondem a um simples – Oi, tudo bem?
    Deus do céu, eu falo – Oi, tudo bem? – para todo mundo, até para um mendigo na rua (nada contra os mendigos, ok?!. Para ser politicamente correto rs). Mas responder um – Oi – é sinal básico de educação. Ao contrário, algumas mulheres torcem o nariz para você kkk é bizarro.
    Agora outra curiosidade: mulheres também chegam em homens (tudo bem, também não concordo muito com isso, mas…acontece). Mas o curioso é o seguinte: quando uma mulher chega em um homem, ela fala, em 99% dos casos, as maiores imbecilidades possíveis.
    Deixo aqui algumas dicas para as mulheres:
    1 – saia de casa. Para com esse negócio de esperar uma amiga apresentar para você o príncipe encantado. É a coisa mais sem graça do mundo conhecer alguém apresentado por um amigo em comum.
    2 – foi para a balada, escute o que o cara tem a dizer. Muitas vezes não é fácil iniciar uma conversar com uma desconhecida, de forma tão interessante que prenda a sua atenção. Mas após o primeiro contato, você pode estar diante de alguém de qualidade.
    3 – pare de sair em dupla, pelo amor de Deus. Você vai deixar a sua amiga segurando vela??? Não faça isso.
    4 – se você quer conhecer alguém, não vá sentar em uma boteco, poxa…chegar em uma mulher sentada em uma mesa de bar é uma arte. Sem mencionar que, se você leva um fora, o bar inteiro vai ver…não pode funcionar desse jeito. Isso não significa que importamos com a opinião dos outros, mas quando você leva um fora estilo big brother, todas as mulheres que perceberam que você levou fora não vão querer conversar com você. Isso chama-se pre-seleção.
    É isso.

  16. Marina Matos disse:

    Arthur,

    Voce está coberto de razão! O problema é que algumas mulheres, as mais novas principalmente, ficam esperando conhecer o cara mais lindo da cidade e qualquer um que se aproxime será descartado na esperança de conhecer o super gato. Mesmo com a falta de homem no mercado essas iludidas se comportam assim, até que um dia a ficha cai e elas vão correr atrás do patinho feio da turma e ainda vão ter que disputar com várias outras….

  17. Simone Collet disse:

    Eu voto pro Arthur virar conselheiro amoroso! Posso te contratar? rsrsrs.

  18. Angelo de Barreto disse:

    Simone Collet?? É a mãe da Bia?? Serra do cipó??

  19. Simone Collet disse:

    isso, essa mesma!

  20. Simone Collet disse:

    gente quem é esse Angelo? rsrs

  21. Simone Collet disse:

    gente e qual o nome todo dele, conheço 2 Angelos q me lembre. rs

  22. Simone Collet disse:

    Então é você mesmo! rsrs. Achei q fosse Angelo Aranha e só, esqueci do de Barreto!! Tá desaparecido hein? dá noticias! bjo bjo

  23. Angelo Barreto disse:

    Simone Collet, sabia que com esse sobrenome só podia ser você! Tenho novidades muito boas mas por motivos de força maior a informação é secreta. Depois te mando tudo criptografado e a senha de segurança!!

    Beijos para a Bia!

  24. Flávio disse:

    Laura…

    Parabéns pelo texto, muito leve e divertido.

    Eu ri muito dos tipos descritos e posso te dizer que eu devo ter sido um pouco de cada um pelo menos uma vez na minha vida, talvez com exceção do tipo bem nascido e milionário.

    Hoje eu devo estar entre os bons partidos, uma vez que minha mulher me tirou de circulação há 16 anos atrás, o que não me impede de achar graça e tecer alguns comentários, no intuito de contribuir para o debate.

    Vão aqui algumas dicas para as moças (nem tão moças) que ainda não encontraram o seu par e mesmo assim não desistiram da empreitada:

    1) Homens na faixa dos 40 se dividem nos seguintes subtipos:
    – casados
    – gays
    – solteiros convictos (não fazem nenhuma questão de compromisso)
    – portadores de sérias perturbações mentais
    – bons partidos que eventualmente saíram de um relacionamento e se encontram disponíveis (estado altamente instável que não costuma durar mais de 3 dias – depois disso uma mulher esperta já pegou)

    2) Pode parecer incrível para vocês, mas homens em geral não sabem nome de atores, BBBs (a não ser aquela gostosa espetacular que vai posar na Playboy de Agosto), muito menos do novo namorado de alguma atriz, que antes disso era exatamente o que continua sendo: um zé ninguém. Então, minhas caras, se vcs curtem ler CARAS, não contem, pega mal.

    3) Senso de humor é afrodisíaco. Se vc não acha graça na vida, ninguém vai achar graça em você.

    4) Seja educada. Mulher que perde a delicadeza perde tudo.

    5) Se em todas as suas fotos você aparece com um copo de bebida, melhor não deixá-las no seu facebook. Os homens tem um defeito cerebral que define mulher que bebe muito como VADIA.

    6) Fumar não é sexy. Poucos caras curtem lamber cinzeiro.

    7) Ir para a pista e se acabar dançando funk ou axé somente demonstra o seu grau de desespero e o qual baixo é o seu grau de exigência no quesito inteligência.

    8) Inteligência é irmã gêmea do senso de humor. ISSO É MUITO AFRODISÍACO.

    9) Cuidado com roupas ousadas. Mesmo que vc seja a mulher mais gostosa do mundo, dificilmente vc vai deixar de ser julgada vulgar se estiver com metade dos peitos aparecendo. Se seu objetivo é apenas achar um parceiro sexual, invista nisso, vão fazer fila na sua porta.

    10) Cabelos e unhas bem cuidadas demonstram que vc cuida bem do resto. Não seja ingênua achando que homens não reparam. Eles podem até não perceber detalhes, mas notam se algo está errado.

    11) Sorria. Um sorriso feminino (quando natural, obviamente) desarma qualquer homem.

    12) Isso já foi dito, mas vale repetir. Sentar em um boteco com mais três amigas vai eliminar qualquer possibilidade de aproximação de um homem. Só o rei da autoconfiança se aproxima numa situação dessas. E em geral esses caras vem portando algumas características desagradáveis junto.

    13) O cara não é rico e vc despreza? Muito bem, mas lembre-se que caráter é destino… Existem mulheres mais jovens e mais bonitas que você que vão para a cama por dinheiro. Casar por dinheiro é apenas uma forma socialmente aceita de se prostituir. Não se engane, o cara sabe disso e vai te tratar como vc merece…

    14) Última dica: hoje existe uma revista chamada Men’s Health que ensina aos imbecis tudo o que um cara deve fazer, até como se vestir, que frases usar. Dá para fingir ser quase qualquer coisa para impressionar uma mulher. Se o cara só tem qualidades, se veste super bem, faz tudo certo, cuidado: vc está diante de um excelente ator, só isso. Vá devagar. Pode ser que vc tenha tido sorte, mas seres humanos em geral tem defeitos.

  25. maria disse:

    curioso mesmo … talvez vc devesse conhecer Brasilia …

  26. MIRA disse:

    Agora se for sair, aproveita, se joga! Qual o problema? Tem alguém pagando as suas contas, está devendo alguma coisa pra alguém? Tem alguma paquera firme rolando? Não, né? Então vai ficar fazendo tipo pra quem também? Só não espere por mais nada no dia seguinte. Não crie expectativas.

  27. […] Sobre o amor: http://www.ociodooficio.com.br/pelamordedeus/8562/ Tipos na balada de BH: http://www.ociodooficio.com.br/pelamordedeus/tipos-na-balada-de-bh/ Para mães separadas: http://www.ociodooficio.com.br/pelamordedeus/procedimento-de-emergencia/ O […]

  28. haendel roberto disse:

    Laura, fantástico…Tem uns dez anos que não vou a uma balada, mas os tipos não mudam…Sugestão de pauta: tipos femininos nas baladas de BH…Que tal? Parabéns, vc é muito talentosa! bjos, Haendel

  29. Rosi disse:

    Arthur, entendo sua indignação com relação a mulheres na balada. Mas se as mulheres reclamam dos homens na balada e vice-versa. Acho que os dois estão procurando um companheiro no lugar errado. Balada é um local que foi construído arquitetonicamente para você “se jogar”, como dizem por aí. Como você vai conversar com alguém na balada com música altíssima e com álcool na cabeça? Sinceramente não tem como a conversa fluir. Estudos já comprovaram que a maioria dos casais se conheceram no trabalho e na faculdade. Será por que,né? Por que as pessoas não se escondem em mascaras, mostram o que elas são e o interesse vai surgindo naturalmente. O “deixa acontecer naturalmente” teria que ser assim, não acha? Não acredito que ser apresentada por um amigo dê certo porque sua amiga não vai apresentar um cara interessante para você, esse, ela vai tentar ficar com ele, certo? Aprenda! Mulheres disputam até um palito de fósforo queimado… Mas pode acontecer um namoro em um circulo de amigos sim, sem apresentações oficiais, tudo naturalmente… No mais adorei os comentários do Blog sobre os homens geralmente são assim mesmo, hiláriosssss!!!

  30. […] segundo o Arthur, que escreveu quase um verdadeiro tratado em seu comentário sobre meu texto “ Tipos na Balada de BH” ( sugiro que leiam na íntegra tanto o texto como o comentário), algumas dicas são preciosas, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *